NOOSFERA
  

VEJA PORQUE OS TUCANOS QUEREM APLICAR UM GOLPE!!!

 

Via: Folha de São Paulo – Brasil – 21/09/2006

 

GRUPO DE CABOS ELEITORAIS AFIRMA RECEBER R$ 15 PARA APLAUDIR TUCANO NO RIO

 

Por: SÉRGIO RANGEL - DA SUCURSAL DO RIO

 

Geraldo Alckmin, fez ontem à tarde passeata em dois municípios da região metropolitana (Niterói e São Gonçalo) com cabos eleitorais pagos. O tucano foi recebido por cerca de cem pessoas com bandeiras, que receberam ajuda financeira para participar do evento.


Oito seguidores de Alckmin ouvidos pela Folha durante a caminhada disseram que receberiam uma diária de R$ 15 pela participação. Eles afirmaram que o dinheiro seria pago pelos candidatos a deputado estadual do partido (Gegê Galindo e Alice Tamborindeguy).

 

"Vou votar nele com certeza. Quem sabe minha vida não melhore. Este dinheiro de hoje já caiu bem", disse um seguidor de Alckmin em Niterói. Ele se identificou como Marlon dos Santos, 22.


Ele cantava palavras de ordem junto com um grupo de amigos, que também confirmaram o pagamento. Os assessores dos dois candidatados a deputados negaram o pagamento da diária.


Alckmin chegou a Niterói de barca -ele foi vaiado pelos passageiros, que aguardavam a saída do grupo de Alckmin, para viajarem.

 

Comentário do Blog: Só com golpe mesmo. Estes caras não sabem o que é povo, não tem apoio do povo... Para eles povo é uma abstração. Pode-se compra-lo, em troca de R$ 15,00. Nem militantes essa gente tem.

 

A propósito: Já que se fala tanto em dossiê. Quando é que vão, se é que vão, investigar o conteúdo dele? Quero saber de onde veio a grana para comprar, mas quero também, saber se o conteúdo dele é verdadeiro.

 

Em tempo: Veja o que o Estadão publicou há um mês, mais ou menos, sobre o que se deveria fazer para derrotar o presidente Lula:

 

(O Estado de São Paulo - 01/09/2006)

 

“...Falta ao PSDB munição para "incendiar palheiro (...) O PSDB não tem munição para ‘botar fogo no palheiro’ do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (...) Os estrategistas do PSDB e do PFL avaliam que, a esta altura da campanha, apenas uma denúncia inédita e de impacto poderia criar um clima de polarização entre Lula e Alckmin (...) Como a coleta de novas denúncias não conseguiu nada de relevante até agora, restam as opções político-jurídicas...”



Escrito por NOOS às 08h55
[] [envie esta mensagem]


 
  

É ISSO QUE OS MÍOPES NÃO VÊEM. É ISSO QUE MATA A OPOSIÇÃO DE ÓDIO. É DISSO QUE QUEREM PRIVAR OS POBRES.

 

Via: O Estado de São Paulo – Nacional – 22/09/2006

 

ESTUDO APONTA QUEDA DE 19% NA POBREZA NO GOVERNO LULA

 

Cientista político acha que isso ajuda a explicar liderança de presidente em pesquisas eleitorais

 

Por: Fernando Dantas

 

Entre 2003 e 2005, o Brasil viveu um 'segundo Plano Real' em termos de redução da pobreza. Essa é a conclusão de um estudo realizado por Marcelo Neri, chefe do Centro de Políticas Sociais (CPS) da Fundação Getúlio Vargas (FGV) no Rio. O trabalho de Neri, que será apresentada em detalhes hoje, foi realizado com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2005, recém-divulgada.


De acordo com Neri, a redução da miséria entre 2003 e 2005, de 19,18%, foi até ligeiramente maior do que a verificada entre 1993 e 1995, de 18,5%. A proporção de miseráveis caiu de 35,3% para 28,8% entre 1993 e 1995 e de 28,2% para 22,7% entre 2003 e 2005.


O economista da FGV observa que aqueles dois períodos estão separados por oito anos, de 1995 a 2003, de estagnação na diminuição da miséria, que se reduziu apenas de 28,8% para 28,2% da população.


O CPS usa uma linha de miséria própria, que se aproxima da linha de pobreza utilizada por instituições ligadas ao governo. O número de miseráveis em 2005, de acordo com a linha de pobreza do CPS, era de cerca de 41 milhões.


Para o cientista político Octavio Amorim, da FGV do Rio, a queda da miséria de 2003 a 2005 ajuda a explicar os excepcionais índices de intenção de voto no presidente Luiz Inácio Lula da Silva este ano, apesar dos muitos escândalos e denúncias durante a sua gestão. Para Amorim, existe de fato um paralelismo com os índices de popularidade de Fernando Henrique Cardoso no início do seu primeiro mandato, quando a pobreza também despencou.


Neri, do CPS, explica que a pobreza metropolitana e a rural tiveram evolução muito diferente de 1993 até hoje. Enquanto no campo a queda no número de pobres foi contínua e mais regular (embora mais rápida nos dois períodos de queda geral), nas metrópoles a oscilação foi muito grande, com grande melhora naqueles dois períodos e um aumento substancial nos dez anos de estagnação.

 

continua...



Escrito por NOOS às 08h33
[] [envie esta mensagem]


 
  

Continuação...


É ISSO QUE OS MÍOPES NÃO VÊEM. É ISSO QUE MATA A OPOSIÇÃO DE ÓDIO. É DISSO QUE QUEREM PRIVAR OS POBRES.

 

ESTUDO APONTA QUEDA DE 19% NA POBREZA NO GOVERNO LULA

 

A miséria rural caiu 10% entre os anos de 1993 e 1995; 7,4% de 1995 a 2003; e 12,6% de 2003 a 2005. A proporção de miseráveis no campo era de 62,79% em 1993, caiu para 56,5% em 1995, para 52,31% em 2003 e para 45,74% em 2005.


Já no caso da miséria metropolitana, houve uma queda de 32% no primeiro período, um aumento de 41% no segundo e nova queda de 23,7% entre 2003 e 2005. O índice era de 22,16% em 1993, caiu para 15,07% em 1995, subiu para 21,25% em 2003 e voltou cair para 16,22% em 2005.


'Esses resultados mostram que houve uma grande crise metropolitana de 1993 a 2003', afirma Neri. Ele acha que as muitas turbulências financeiras e cambiais de 1995 a 2001 recaíram mais sobre as áreas metropolitanas, mais integradas financeiramente com o mundo e mais sensíveis aos impactos das altas taxas de juros.


Já as áreas rurais foram protegidas do impacto das crises pelas transferências crescentes das políticas previdenciárias e sociais, como aposentadoria rural, Bolsa-Família e os Benefícios de Prestação Continuada (BPC,voltados para idosos e deficientes).


Mesmo programas que não foram desenhados especificamente para o campo, como o Bolsa-Família e o BPC, atingiram inicialmente os pobres rurais e só agora começam a chegar com mais intensidade às grandes cidades, explica Neri.


Uma diferença ressaltada por Neri entre os dois períodos de queda da pobreza é que entre 1993 e 1995 o movimento aconteceu bem mais pelo lado do crescimento econômico, enquanto de 2003 a 2005 o principal fator foi a redução da desigualdade. No primeiro período, a renda média aumentou 24,77%, mais que o dobro dos 9,98% de 2003-2005. Em compensação, nesse segundo período a queda da desigualdade foi o dobro. 'Houve um crescimento mais modesto do bolo, mas com mais redistribuição', diz o economista.



Escrito por NOOS às 08h33
[] [envie esta mensagem]


 
  

DEU NA MÍDIA. MUITOS QUEREM NEGAR. ALGUNS NÃO SE DERAM CONTA!!!

 

(O Estado de São Paulo - 01/09/2006)

 

“...Falta ao PSDB munição para "incendiar palheiro (...) O PSDB não tem munição para ‘botar fogo no palheiro’ do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (...) Os estrategistas do PSDB e do PFL avaliam que, a esta altura da campanha, apenas uma denúncia inédita e de impacto poderia criar um clima de polarização entre Lula e Alckmin (...) Como a coleta de novas denúncias não conseguiu nada de relevante até agora, restam as opções político-jurídicas...”

 

(Gazeta Mercantil – 21/09/2006)

 

O presidente do TSE, Marco Aurélio de Mello, hoje na Gazeta Mercantil, isse que o dossiê Serra é "muito pior" que o caso Watergate.
É um prejulgamento. Pior, é julgamento, já que ele é juiz, e pior ainda, porque ele é ministro do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Superior Eleitoral.

Como disse o jurista Dalmo Dallari ao Terra Magazine, o ministro Marco Aurélio vem emitindo opiniões políticas, e não jurídicas. "Ele tem uma opinião pré-concebida. Ele mesmo está se impedindo."

 

 

Então, preparemo-nos, pois chegou a hora:



Escrito por NOOS às 12h41
[] [envie esta mensagem]


 
  

MOBILIZAÇÃO POPULAR CONTRA O GOLPE

 

Por: Mauro Carrara – Jornalista

 

Via: Revista NovaE

 

A oposição criminosa de Jereissati e ACM, os fanáticos onanistas da extrema direita e os barões da imprensa movem neste momento uma ação explícita de golpe contra a democracia e o Estado de Direito.

O ridículo "escândalo do dossiê" contra José Serra e o PSDB está sendo utilizado como pretexto para melar a eleição e criar um clima de desordem institucional, inclusive com a promoção da baderna nas duas casas do Parlamento.

(...)

Portanto, neste momento, é importantíssimo que escrevamos imediatamente para todas as redações de jornais, revistas, TVs e emissoras de rádio para mostrar que não nos calaremos diante da tentativa de golpe. O mesmo se aplica do TSE, que deve saber de nosso alarme com o desvirtuamento da instituição.

Nesta hora, cada um tem assumir a luta em sua trincheira. Cada um tem que oferecer sua parcela de contribuição. Escrever para todos os amigos e familiares, especialmente para aqueles que não se ligam diretamente na luta política. São eles os principais alvos da campanha do golpe.

Esta é uma tarefa para ontem. É começar já!

Lula é muitos!!

 

Leia o artigo completo clicando aqui.

Escrito por NOOS às 12h40
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 
HISTÓRICO
 04/03/2007 a 10/03/2007
 14/01/2007 a 20/01/2007
 26/11/2006 a 02/12/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 29/10/2006 a 04/11/2006
 22/10/2006 a 28/10/2006
 15/10/2006 a 21/10/2006
 08/10/2006 a 14/10/2006
 01/10/2006 a 07/10/2006
 24/09/2006 a 30/09/2006
 17/09/2006 a 23/09/2006
 10/09/2006 a 16/09/2006
 03/09/2006 a 09/09/2006
 20/08/2006 a 26/08/2006
 13/08/2006 a 19/08/2006
 06/08/2006 a 12/08/2006
 30/07/2006 a 05/08/2006
 23/07/2006 a 29/07/2006
 16/07/2006 a 22/07/2006
 09/07/2006 a 15/07/2006
 18/06/2006 a 24/06/2006
 11/06/2006 a 17/06/2006
 04/06/2006 a 10/06/2006
 28/05/2006 a 03/06/2006
 21/05/2006 a 27/05/2006
 14/05/2006 a 20/05/2006
 07/05/2006 a 13/05/2006
 30/04/2006 a 06/05/2006
 23/04/2006 a 29/04/2006
 09/04/2006 a 15/04/2006
 02/04/2006 a 08/04/2006
 26/03/2006 a 01/04/2006
 19/03/2006 a 25/03/2006
 12/03/2006 a 18/03/2006
 05/03/2006 a 11/03/2006
 19/02/2006 a 25/02/2006
 12/02/2006 a 18/02/2006
 05/02/2006 a 11/02/2006
 22/01/2006 a 28/01/2006
 25/12/2005 a 31/12/2005
 18/12/2005 a 24/12/2005
 11/12/2005 a 17/12/2005



OUTROS SITES
 Cozinha Experimental
 Hipopótamo Zeno
 Sampa.Org
 O Escriba
 Lusofolia
 Caros Amigos
 Carta Capital
 Observatório da Imprensa
 Novae
 A Rede
 Rede Saci
 Amigos do Presidente Lula
 Picolé da Ki-Ruim
 ForumID
 NOOSFERA ANTIGO
 Saravá Club
 Cápsula da Cultura
 Musicoteca
 Violão Velho
 Vinil Velho
 Rock'n'roll
 Opus 666
 Música do Bem
 Mercado de Pulgas
 Loud
 Feijão tropeiro
 Brazilian Nuggets
 Acesso Raro
 8 Days In April
 Porque dinheiro não é tudo
 .:: Oxelfer Blog News ::.
 360 graus
 Gambrinus MP3




 

 

 TecnoBlog.net - Tops Blogs